Remoção de tatuagem

Remoção de tatuagem

A tatoo pode ser removida com crioterapia, dermoabrasão, cirurgia excisional e laser. As três primeiras não são específicas para retirar apenas o pigmento da pele, o que aumenta a chance de manchas brancas e cicatrizes. O laser é uma fonte de luz que é absorvida na pele pelo pigmento da tatuagem, o que apresenta menor probabilidade de deixar cicatrizes e manchas. Entretanto, não se pode garantir a eliminação total da tatuagem, especialmente se ela for multi-colorida e localizada nas mãos e pés. A remoção a laser de tatuagens atinge a camada da pele que contém a tinta sem causar lesão nas células normais próximas à área tratada. A remoção de tatuagem com laser é mais segura e não invasiva. O laser tem maior afinidade pela tinta, preservando a pele normal. Utiliza comprimentos de ondas diferentes que tratam diferentes cores de tinta, com eficácia diferente também para cada tipo de cor. É mais eficaz para o preto e menos para o azul e amarelo. As partículas de tinta absorvem o laser, são quebradas em fragmentos, que são eliminados através de mecanismos naturais de limpeza do organismo, em torno de 6 semanas. Partículas de tinta maiores, tatuagens mais densamente pigmentadas ou multicoloridas requerem tratamentos múltiplos, em torno de 5 a 10 sessões, com intervalos de 4 a 8 semanas. O número de sessões depende do tamanho, localização, densidade, profundidade e cor. Durante a aplicação pode ser necessário anestesia local.Após cada aplicação, a pele poderá apresentar uma descoloração branca e a área ao redor da tatuagem poderá ficar avermelhada e inchada. Isto é normal e desaparecerá com o tempo. Deve ser evitado contato com o sol na área ser tratada. Recomenda-se bom senso em não tomar uma decisão de tatuar o corpo no impulso de uma emoção, pois é grande o número de pessoas que se arrependem.

Fonte: Dra. Adriana Lemos



CADASTRE-SE PARA RECEBER NOVIDADES E PROMOÇÕES