Já aprovado pela ANVISA, o Ellansé® chegou ao Brasil recentemente. Desenvolvido pela Sinclair Pharma, empresa internacional de dermatologia estética, o Ellansé® tem a proposta de inaugurar uma nova classe de preenchedores reabsorvíveis que, além de corrigir com naturalidade perdas de volumes faciais, contornos e definições do rosto, ainda é capaz de estimular a produção de colágeno pelo próprio organismo do paciente, com a promessa dos resultados obtidos com o tratamento poderem ser prolongados por 1 até 4 anos! 

Algumas considerações sobre o novo produto:

- A aplicação de Ellansé® é realizada em consultório, leva cerca de 30 minutos e é praticamente indolor, pois o médico responsável pode utilizar um anestésico nas regiões onde a agulha será inserida;

- A utilização de Ellansé® é considerada um tratamento estético minimamente invasivo, não sendo necessário repouso absoluto após o procedimento;

- A recuperação é bastante simples e exige apenas os seguintes cuidados: evitar banhos quentes, abrir mão dos exercícios físicos vigorosos durante 24 horas e evitar a exposição excessiva ao sol e à luz UV;

- Os efeitos do estímulo da produção de colágeno presentes no produto contribuem para a textura e firmeza da pele do paciente por mais alguns anos;

- Admite ser combinado com outros produtos e procedimentos a laser.

A linha Ellansé® contém um transportador de gel, que cria o lift inicial no tecido. Ele é gradualmente reabsorvido ao longo de várias semanas permitindo que seu ingrediente ativo, a policaprolactona, estimule o neocolágeno – que repõe o volume perdido com uma malha de colágeno. O resultado cosmético é suave e com aparência natural.

Os resultados podem durar de 1 a 2 anos e até mais de 4 anos, dependendo da versão de Ellansé utilizada, da quantidade injetada e da área de colocação. Após este período, as microesferas de policaprolactona são completamente decompostas pela quebra em dióxido de carbono e água. 

O colágeno é uma das mais importantes proteínas estruturais que se encontra naturalmente na pele, ajudando a manter a firmeza, elasticidade e flexibilidade apropriadas. Ao longo do tempo, a pele perde gradualmente o colágeno natural, o que leva à falta de firmeza facial e à formação de rugas e linhas de expressão. Atualmente, a tendência da evolução dos tratamentos para a harmonização e reestruturação facial têm sido estímulos de colágeno, pois conferem muito mais naturalidade e durabilidade aos resultados faciais.

Mais uma vez a ciência se renova para abrir as portas ao futuro da dermatologia estética!

CADASTRE-SE PARA RECEBER NOVIDADES E PROMOÇÕES